Relógio bidirecional - Energia solar fotovoltaica Rio Grande do Sul

Conhecendo o sistema fotovoltaico: relógio bidirecional

Publicado em de de

O medidor bidirecional, também chamado de relógio bidirecional, integra a lista de equipamentos do sistema fotovoltaico – e tem a função de medir o consumo de energia elétrica 

O relógio bidirecional, ou medidor bidirecional, é um equipamento que você provavelmente vai ouvir falar pela primeira vez quando tiver o interesse em energia solar. Estamos acostumados com o medidor tradicional, o unidirecional, instalado pela empresa de eletricidade que opera na cidade. Mas, afinal: o que é um medidor bidirecional? Por que precisamos dele? Por que não podemos usar o medidor antigo com sistema fotovoltaico solar?

Como funciona a energia solar?

O que é um medidor bidirecional?

O medidor de energia bidirecional é um componente do sistema fotovoltaico que tem a função de medir o consumo de energia elétrica. Ele funciona, basicamente, registrando a energia consumida da concessionária (chamada de direta), e registrando a energia injetada na rede da concessionária (chamada de reversa). Dessa forma, acontece a compensação dos créditos na sua conta.

Faça um orçamento gratuito

Mensalmente a companhia de energia elétrica local fará a leitura da energia que foi consumida e da energia que foi injetada. Ou seja, se você injetou 600 kWh/mês e consumiu 600 kWh/mês, por exemplo, você não terá que pagar pela energia consumida, pois você já “pagou” a concessionária com a energia injetada pelo seu sistema solar.

Como é feita a leitura do relógio bidirecional?

A leitura relógio bidirecional de energia solar causa algumas dúvidas nos proprietários de sistemas fotovoltaicas. Mas, fique tranquilo, é bem simples verificar as informações neste equipamento. A energia que foi consumida pelo imóvel será apresentada normalmente pelo código 003, enquanto a energia que retornou para a rede costuma ser identificada pelo código 103.

Conhecendo o sistema fotovoltaico: inversor

O consumidor, em alguns casos, tenta conferir se a produção de energia elétrica do sistema está igual ao valor registrado no medidor pelo código 103. Essa dúvida é natural, pois o consumidor quer ter a certeza de que todos os seus créditos gerados estão sendo computados. Muitas vezes, o cliente questiona a precisão do medidor sobre a medição do código 103, uma vez que não é registrada 100% da energia produzida pelo seu sistema.

Conhecendo o sistema fotovoltaico: painel

Basicamente, essa diferença de valores se dá por se tratarem de medidas diferentes. A medição do inversor é referente a energia produzida, enquanto a medição registrada no medidor é da energia injetada. Essa diferença é natural, pois parte da energia produzida já é consumida dentro da residência e somente a sobra de energia elétrica é injetada na rede da concessionária e, logo, registrada pelo medidor.

Quem faz a instalação do medidor bidirecional?

A própria concessionária de energia elétrica fica responsável pela instalação do novo medidor, depois que é feita a solicitação. Também é ela a responsável pela operação e manutenção do aparelho, caso seja necessário.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Energia solar no litoral norte do RS

, ,

A maresia pode prejudicar a geração de energia solar?

Continue lendo
Gerador de Energia Solar em Porto Alegre - RS

,

Conhecendo o sistema fotovoltaico: estruturas de fixação

Continue lendo
Relógio bidirecional - Energia solar fotovoltaica Rio Grande do Sul

,

Conhecendo o sistema fotovoltaico: relógio bidirecional

Continue lendo
Inversor solar - Elysia Energia Solar Porto Alegre Rio Grande do Sul

,

Conhecendo o sistema fotovoltaico: inversor solar

Continue lendo