Inversor solar - Elysia Energia Solar Porto Alegre Rio Grande do Sul

Conhecendo o sistema fotovoltaico: inversor solar

Publicado em de de

No segundo conteúdo da série, conheça tudo sobre o coração do sistema fotovoltaico: o inversor solar 

Embora não tenha a mesma visibilidade do painel solar, o inversor é parte fundamental na dinâmica de funcionamento do sistema fotovoltaico. Na maior parte das vezes, o equipamento fica escondido, discreto, mas exerce uma função que – sem ele – não seria possível produzir energia limpa. O inversor solar é o responsável por converter a energia gerada pelos módulos solares de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA), a mesma utilizada no sistema elétrico das concessionárias. 

Como funciona a energia solar?

A corrente alternada é a que usamos em nossas casas e nas empresas. Isso significa que o inversor solar é fundamental para que o sistema elétrico do seu imóvel possa se alimentar da energia fotovoltaica para abastecer os utensílios elétricos usados no cotidiano.

Faça um orçamento gratuito

Além da função de principal, de converter a energia, o inversor possui papel importante quando o assunto é a segurança do sistema de energia solar. Atualmente, a maioria dos inversores disponíveis no mercado possui um sistema de monitoramento integrado. É por meio deste sistema de monitoramento que se torna possível acompanhar o desempenho da geração e injeção da energia gerada na rede de distribuição.

Onde é instalado?

Não há uma regra padronizada para o local onde deva ser instalado o inversor. O espaço irá depender da finalidade do aparelho. Em uma residência, por exemplo, eles podem ser instalados perto do quadro de luz ou próximos das placas solares. Usualmente, são priorizados locais mais “escondidos” do imóvel, como garagem e áreas de serviço. No entanto, por uma questão estética ou de preferência, o usuário pode sugerir outros locais para a instalação. O importante é que seja um local ventilado, ao abrigo sol, de água e de calor. Um lugar de fácil acesso e que respeite as especificações do fabricante.

Em um sistema de minigeração empresarial/industrial, como, por exemplo, em usinas, há a alternativa de o inversor solar ficar em uma sala exclusiva. Já que a geração energética deste sistema é maior, o inversor irá ocupar um espaço considerável. Neste caso, em especial levada em consideração a minimização de perdas de energia devido a dimensão do cabeamento. Em sistemas de potência elevada, um pequeno percentual de perda significam cifras consideráveis.

Apesar destas sugestões, a colocação do inversor sempre será decidida em conjunto com o usuário. O ideal, sempre, é que o consumidor tenha acesso ao inversor solar de forma tranquila, para que possa verificar o status do sistema – se está ligado ou desligado -, desligar o equipamento em caso de manutenção elétrica na residência e para que tenha espaço para trabalhar algum eventual reparo do próprio sistema.

Qual a potência conectada à rede que você precisa?

É uma resposta que irá depender do tamanho do sistema que você deseja instalar no seu imóvel. Isto é: quanto você precisa gerar de energia. Dentro de um sistema, o inversor pode chegar a operar com uma potência 30% menor do que a soma da potência dos painéis, uma prática conhecida como oversizing. Assim o sistema estará dimensionado para retornar seu investimento praticamente em seu ponto ótimo. 

A eficiência do inversor solar conectado à rede 

A eficiência é medida em porcentagem, o que indica o quão eficiente este inversor é em converter a energia solar de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA) – seja ela usada em imóvel residencial ou comercial. Para sistemas conectados à rede elétrica pode variar, a eficiência de um inversor solar . Tecnicamente falando, na média, a eficiência fica entre 96% e 98%.

Vamos para os tipos?

Inversor solar on grid ou conectado à rede

Inversor solar grid tie

O inversor solar grid-tie ou conectado à rede é o mais utilizado em sistemas de energia solar fotovoltaica. A atuação essencial do inversor solar grid-tie no sistema é transformar a energia elétrica gerada pelo painel solar, de corrente contínua (CC) para corrente alternada (CA) e permitir a injeção da energia gerada na rede de distribuição. Outro papel fundamental do inversor solar grid-tie é garantir a segurança do sistema fotovoltaico e da rede. Além de computar dados e informações da geração de energia para que ocorra o monitoramento do desempenho do seu sistema. O acompanhamento, inclusive, pode ser feito por um aplicativo.

Inversor solar off grid

Off grid

Off grid, em português, quer dizer “fora da rede” ou “desconectado da rede”. Esses equipamentos foram produzidos para sistemas fotovoltaicos que funcionam independentemente da rede elétrica. Por exemplo: barcos, motorhomes, postes de iluminação solar, sistemas de rádio transmissão, telefones de emergência em rodovias, entre outros. Isto é: são usados em sistemas que usam baterias e normalmente em regiões isoladas, onde não há acesso à rede elétrica.

Inversor híbrido

Híbrido

Este equipamento, como o nome já diz, é uma mistura de sistema conectado à rede com um sistema desconectado da rede. Enquanto há energia disponível na rede, o sistema permanece conectado na rede e ao mesmo tempo carrega um banco de baterias. Quando há uma falta de energia na rede, o sistema se desconecta e trabalha com as as baterias. Mantendo toda ou apenas parte das cargas do imóvel abastecidas por baterias mais energia solar por um tempo determinado.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Energia solar investimento - Elysia sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul

,

Não caia em armadilhas: veja dicas para investir em energia solar sem dores de cabeça

Continue lendo
Energia solar no inverno - Elysia sistema fotovoltaico Porto Algre

,

Mito ou verdade: os painéis deixam de gerar energia solar no inverno?

Continue lendo
Mito ou verdade - Elysia energia solar Rio Grande do Sul

,

Mito ou verdade: temperaturas extremas aumentam a produção de energia solar?

Continue lendo
Homologação de energia solar - Elysia sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul

,

Homologação de energia solar: conheça prazos e diferenças do processo entre as concessionárias gaúchas

Continue lendo