Energia solar Quaraí - Sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul

Na zona rural de Quaraí, produtora de arroz investe em energia solar

Publicado em de de

Propriedade rural em Quaraí, na Fronteira Oeste, adota a produção de energia solar e terá economia de mais de R$ 40 mil em apenas um ano

A Agropecuária Serralta, de Quaraí, na Fronteira Oeste, atingiu sua independência energética. Com uma solução completa da Elysia, a propriedade rural recebeu a instalação de 88 placas fotovoltaicas, que irão captar a luminosidade solar e transformá-la em energia elétrica para consumo local. 

100% da demanda, redução de 90% e economia R$ 40 mil (em um ano)

O sistema fotovoltaico atende a 100% da demanda local, reduz em 90% o custo da conta de luz e deve proporcionar uma economia de mais de R$ 40 mil (somente no primeiro ano). Instalado no telhado do galpão de armazenamento e beneficiamento de arroz, principal alimento produzido na propriedade rural, o sistema ocupa uma área de 176 m².

Retorno do investimento em cerca de três anos

A estimativa da equipe técnica da Elysia é de que o retorno do investimento (ROI) ocorra em cerca de três anos. Hoje, aliás, a energia solar é considerada um dos investimentos mais rentáveis do mercado. Não é para menos: trata-se de um retorno estimado em três anos (para sistemas comerciais) para um investimento que dura pelo menos 25 anos. Mas, é sempre bom lembrar: esse tempo de ROI é para quem investir em energia solar até janeiro de 2023.

Energia solar eleva competitividade dos produtores rurais

Para Luccas Priotto, sócio-diretor da Elysia, o investimento em energia solar em zonas rurais é a forma mais eficiente de elevar a competitividade do negócio. “A mecanização e automação da produção rural fez com que a demanda de energia elétrica no campo aumentasse de forma significativa. A energia solar, então, é a melhor alternativa para reduzir esse custo fixo e tornar o negócio competitivo”, afirma Priotto.

Legado ambiental

A Agropecuária Serralta também deixa sua contribuição ao meio ambiente ao iniciar a produção de uma energia 100% limpa e renovável. Somente no primeiro ano de funcionamento do sistema fotovoltaico, a propriedade rural vai deixar de emitir 29.000 kg de CO2 na atmosfera, o equivalente ao plantio de 742 árvores no mesmo período. 



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

, , ,

Brasil já adicionou 2 GW de energia solar em 2024 

Continue lendo

Brasil tem capacidade de aumentar energia solar em 100 vezes, diz diretor da Petrobras 

Continue lendo

Volvo anuncia expansão significativa de sua rede de recarga rápida com a inauguração de mais 14 pontos até o final de fevereiro 

Continue lendo

Fique por dentro do case Elysia/SolarEdge no retrofit de um sistema

Continue lendo