Cemitério Alvorada energia solar - Elysia sistema fotovoltaico Grande Porto Alegre

Cemitério São Jerônimo, na Grande Porto Alegre, adota produção de energia solar

Publicado em de de

Em Alvorada, cemitério vai economizar mais de R$ 31 mil com energia solar – valor corresponde a 89% da conta de luz mensal

O cemitério São Jerônimo, em Alvorada, na Grande Porto Alegre, iniciou recentemente a produção de energia limpa. Com solução completa da Elysia, o local recebeu a instalação de 60 placas fotovoltaicas – equipamentos responsáveis por captar a luminosidade e transformá-la em energia elétrica suficiente para suprir 100% da demanda energética do cemitério. Ou seja: o local atingiu a independência energética.

Faça agora um orçamento grátis para instalar energia solar no seu imóvel

No primeiro ano de operação do sistema fotovoltaico, o cemitério São Jerônimo vai economizar mais de R$ 31 mil no custo com energia elétrica. Trata-se, portanto, de uma redução mensal média de 89% na conta de luz. Uma economia significativa, que chega no momento em que a inflação energética dispara no Brasil.

Retorno do investimento em cerca de três anos

Aliás, por falar em economia, o investimento em energia solar não poderia ter ocorrido em melhor hora. O cemitério São Jerônimo optou por concretizar o projeto de energia solar antes de janeiro de 2023, quando entrarão em vigor as novas regras de geração distribuída no Brasil. Por esse motivo, portanto, o local não terá a cobrança tarifária adicional, que passa a incidir sobre os sistemas instalados após janeiro do próximo ano.

Por conta disso, o cemitério também fica protegido de novos aumentos tarifários futuros sobre a conta de luz. A imunidade contra a chamada inflação energética confere à gestão do local maior previsibilidade orçamentária, além da possibilidade de ampliar o investimento em outras áreas. A previsão de retorno do investimento, conforme projeção da Elysia, é de cerca de 3 anos – e o sistema fotovoltaico tem uma vida útil estimada em pelo menos 25 anos.

Referência em ação ambiental

Na esfera ambiental, o cemitério também deixa sua contribuição significativa. Em um ano de funcionamento do sistema fotovoltaico, o cemitério São Jerônimo vai deixar de emitir 23.690 kg de CO2 na atmosfera. O local, portanto, vira uma referência sustentável e torna-se um exemplo a ser seguido por outras instituições do setor funerário. 



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

, , ,

Energia limpa: crescimento de 50% em 2023

Continue lendo
ons prevê nivel baixo de reservatorios

Alerta do ONS: níveis das hidrelétricas no Brasil podem chegar a 36% até julho 

Continue lendo

, ,

Recorde de demanda de energia: Sistema Interligado Nacional responde com eficiência e sustentabilidade 

Continue lendo

, , ,

Brasil já adicionou 2 GW de energia solar em 2024 

Continue lendo