Residência de Gravataí energia solar - Elysia sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul

Em números, conheça a transformação de uma residência de Gravataí ao gerar energia solar

Separamos 13 dados que mostram as diversas vantagens residenciais da utilização de sistema fotovoltaico – conheça o caso de uma casa de Gravataí

Com solução completa de energia solar da Elysia, mais uma residência de Gravataí atingiu o patamar de independência energética. E os moradores já começam a perceber a transformação sustentável – de várias formas. Separamos 13 números que mostram de forma objetiva o que ocorre em um imóvel que passa a gerar a própria energia.

Como funciona a energia solar?

Faça um orçamento gratuito

100%

Toda a demanda de energia da residência de Gravataí está atendida pela geração de energia solar fotovoltaico – a partir de uma fonte limpa e renovável. Isso torna a casa autossuficiente em geração de energia elétrica, sem agredir os recursos naturais do planeta.

R$ 13.621

Este é o valor da economia projetado somente no primeiro ano de funcionamento do sistema fotovoltaico, de acordo com estimativas dos técnicos da Elysia. 

82%

É a redução média no valor da conta de energia elétrica dos moradores, também projetada pela Elysia.

1261 kWh/mês

É a média mensal de geração de energia elétrica a partir da luminosidade do sol. Como já citado, é o suficiente para suprir 100% da demanda da residência.

10,72 kWp

É a potência do sistema fotovoltaico projetado e instalado pela Elysia.

32

É o número de painéis solares utilizados para dar vida ao sistema de energia solar fotovoltaica – todos eles de silício policristalino. Eles são os responsáveis pela captação da luminosidade do sol.  

1

Um inversor solar da WEG, empresa parceira da Elysia, é o responsável por transformar a corrente elétrica da energia gerada e torná-la utilizável na residência. É também deste equipamento que partem as informações de funcionamento do sistema.

64 m²

É a área do telhado utilizada para instalação dos painéis solares. Cada espaço foi milimetricamente projetado pela equipe de engenharia da Elysia, com a finalidade de captar a maior quantidade de luminosidade solar.

8.020 kg de CO2

É a estimativa de CO2 que deixará de ser emitida pela residência no intervalo de um ano de operação do sistema fotovoltaico.

206

É número de árvores plantas equivalente à redução de CO2 na atmosfera.

4,5 anos

É o tempo estimado para obter  retorno do investimento.

25 anos

É o período mínimo de funcionamento do sistema fotovoltaico. Considerando o tempo de retorno do investimento, são mais de 20 anos gerando energia limpa.

Até 10%

É a valorização imobiliária que o imóvel pode ter ao adotar tecnologias sustentáveis, como a energia solar.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Sistema fotovoltaico residencial em Gravataí - Elysia energia solar Rio Grande do Sul

,

Em mais um projeto de excelência, Elysia finaliza sistema fotovoltaico residencial em Gravataí

Continue lendo
Energia solar em Sapiranga - Elysia sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul

, ,

Energia solar em Sapiranga: moradores adotam fonte renovável e passam a gerar a própria energia

Continue lendo
Energia solar em metalúrgica - Elysia sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul

,

Energia solar em metalúrgica: empresa de Porto Alegre deve economizar R$ 1 milhão em dez anos

Continue lendo

, ,

Com energia solar, residência de Cachoeirinha vai deixar de emitir mais de uma tonelada de CO2 em um ano

Continue lendo