Energia solar posto de gasolina - Elysia sistema fotovoltaico comercial Rio Grande do Sul

Com energia solar, posto de gasolina quase zera custo com energia elétrica e fica protegido de reajustes tarifários

Publicado em de de

Posto Coelho, em Osório, investe em energia solar e terá economia anual de aproximadamente R$ 60 mil – tradicional posto de gasolina também fortalece vínculo com sustentabilidade    

No encontro da BR-101 e RS-030, o tradicional Posto Coelho dá mais um exemplo de adaptação à modernidade. Desta vez, consolidando o investimento em energia limpa. Com projeto e instalação da Elysia, o posto de combustível, que também abriga um centro comercial com lanchonete e outros serviços, está produzindo sua própria energia a partir da captação de luminosidade solar. Nos telhados das edificações que compõem o complexo, foram instaladas 102 placas solares.

Economia de quase R$ 60 mil ao ano

O sistema fotovoltaico está suprindo toda a demanda energética da empresa, a partir de uma geração média mensal de 4.564 kWh. Trata-se de uma economia que supera R$ 4 mil por mês. Ao ano, a redução do custo com energia elétrica deve chegar a quase R$ 60 mil. Representa o início de uma nova etapa no roteiro de vida do Posto Coelho.

Retorno do investimento estimado em 3 anos

Com o sistema fotovoltaico em operação, funciona assim: quanto maior a economia, mais rápido vem o retorno do investimento. E este é o caso do Posto Coelho. A estimativa dos técnicos da Elysia é de que o payback ocorra em cerca de 3 anos. Trata-se, como já publicamos aqui no blog, de um investimento que tem rendimento anual entre 10% e 50%. É percentual difícil de ser superado atualmente, devido ao patamar baixo da taxa de juros.

Maior previsibilidade: proteção contra aumentos

A energia solar também ajuda o negócio a ter mais previsibilidade nos gastos. Com a geração de energia renovável, o posto fica protegido de novos aumentos tarifários na conta de luz. No Brasil, só para este ano, está previsto um aumento que pode chegar a 14%, por conta da chamada “conta-covid”. Além da proteção inflacionária, a empresa não joga fora a energia que pode ser gerada a mais. Caso ocorra uma produção que exceda a demanda do posto, será gerado um crédito junto à concessionária, que poderá ser abatido de outros imóveis ou descontado das faturas seguintes.

Novos investimentos, maior competitividade e equipe engajada

Para um posto de combustível com a conta de energia elétrica praticamente zerada, abre-se um leque de novas possibilidades de investimento em melhorias, o que resulta em um grande aumento de competitividade. Um exemplo é a aquisição de novos equipamentos e produtos, com foco na modernização do posto. Alguns locais que investiram em energia solar conseguiram gerar mais empregos, expandindo o horário de funcionamento, o que gerou mais receita. 

O impacto também é sentido na produtividade da equipe. Pesquisas do segmento de recursos humanos mostram que pessoas que trabalham em empresas socio-ambientalmente comprometidas sentem-se mais engajadas e motivadas, cujo resultado é o aumento da produtividade no dia a dia. Isso ocorre porque os colaboradores entendem que fazem parte de algo maior, não apenas limitado à venda de produto ou ao oferecimento de serviços, mas também à difusão de valores.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Energia solar padaria Alvorada - Elysia sistema fotovoltaico RS

,

Com sistema fotovoltaico, padaria de Alvorada é 100% abastecida por energia solar

Continue lendo
Supermercado energia solar Viamão - Elysia sistema fotovoltaico comercial Rio Grande do Sul

,

Supermercado de Viamão gera energia solar, projeta economia de R$ 60 mil e atinge independência energética

Continue lendo
Energia solar em Clínica Veterinária - Elysia sistema fotovoltaico São Leopoldo

, ,

Clínica veterinária de São Leopoldo abastece toda operação com energia solar

Continue lendo
Energia solar em Escola - Elysia sistema fotovoltaico

, ,

Conheça a escola de Canoas que gera a própria energia e reduziu em 93% a conta de luz

Continue lendo