Energia limpa em Pelotas - Elysia energia solar Rio Grande do Sul

Padarias de Pelotas investem em energia solar e já colhem resultados expressivos

Publicado em de de

Com solução completa da Elysia, empresas da zona sul do Estado estão produzindo energia limpa e renovável, economizando no consumo de energia elétrica e ganhando competitividade no mercado

Em Pelotas, na região sul do Estado, três padarias receberam uma solução completa de energia solar da Elysia. A Gasola, a Molon e a Nova Estoril, todas empresas tradicionais no município, passaram a gerar energia limpa e tiveram uma redução impactante no custo com energia elétrica. Com projeto, instalação, homologação e – agora – monitoramento da Elysia, o sistema fotovoltaico dá conta de 100% da demanda das padarias.

As três padarias já colhem os benefícios da geração de uma energia renovável. A economia relevante em um dos custo fixos alavanca a competitividade dos negócios – e torna-se um diferencial em meio a um cenário econômico de cautela. Junto da vantagem financeira, o impacto ambiental positivo eleva a reputação das marcas em um mercado cada vez mais ocupado por consumidores conscientes.

Conheça o projeto da Molon – Usina solar de 284 painéis solares

Sistemas fotovoltaicos Rio Grande do Sul - Elysia energia solar
Sistemas fotovoltaicos Rio Grande do Sul – Elysia energia solar

O sistema da Molon constituiu a primeira usina solar de Pelotas (RS). Finalizada em janeiro do ano passado, a usina solar de solo é composta por 284 placas solares, que ocupam uma área de 568 m². Com a utilização de energia limpa, a empresa reduziu em 95% os custos com a conta de luz. No primeiro ano, a empresa economizou aproximadamente R$ 120 mil no consumo de energia elétrica.

Construída na zona rural de Pelotas, a usina faz a geração de energia limpa, oriunda da luminosidade do sol. Além de abastecer 100% da demanda da panificadora, fornece toda energia consumida na residência da família do empresário. 

Inédita em Pelotas, a usina solar também deixa um legado ambiental significativo. Só no primeiro ano de uso, deixou-se de emitir cerca de 70.000 kg de CO2 na atmosfera. Com a diminuição de sua pegada ecológica, a Panificadora Molon contribui para a preservação dos recursos naturais do planeta e fortalece a marca e o produto final da empresa.

Conheça o projeto da Gasola – Sistema de 60 painéis solares

Energia limpa em Pelotas - Elysia energia solar Rio Grande do Sul

Com investimento em sistema de energia solar comercial, a padaria Gasola está economizando cerca de 95% na conta de energia elétrica e tem demanda 100% suprida pelo sistema fotovoltaico. A capacidade de geração mensal média é de 2.364 kWh/mês. Foram instalados 60 painéis solares na área da superfície do telhado. Os equipamentos, ligados ao inversor solar, são os responsáveis por transformar a luminosidade do sol em energia.

Trata-se de uma nova era na linha histórica da empresa, que já atua no mercado há 19 anos. Além de contribuir de forma sustentável ao meio ambiente, a padaria já economizou aproximadamente R$ 25 mil no gasto com energia elétrica, só no primeiro ano de funcionamento do sistema. 

Gerar energia de forma limpa, sem agredir os recursos naturais do planeta, despertou a iniciativa de novas ações dentro da empresa. Com a intenção de dar novos passos sustentáveis, a padaria projeta a substituição de todos os equipamentos a gás por aparelhos elétricos – que terão como fonte a energia solar gerada pela empresa.

Conheça o projeto da Nova Estoril – Sistema de 360 painéis solares

No centro de Pelotas, a padaria Nova Estoril também optou pela sustentabilidade. O projeto de solo da Elysia envolveu a instalação de 360 módulos fotovoltaicos, acompanhados por dois inversores. O sistema atende a 100% da demanda de consumo da empresa, com capacidade de geração média mensal de 15.617kWh.

Em um ano, a Nova Estoril vai acumular uma economia de cerca de R$ 109 mil, o que representa uma redução de aproximadamente 89% no gasto mensal de energia elétrica. Em dez anos, a economia deve ultrapassar R$ 1 milhão. O retorno do investimento, com base nessa projeção, deve ocorrer em três anos.

Também no intervalo de um ano, a estimativa é de que a padaria deixe de emitir quase 100.000 kg de CO2 na atmosfera. O impacto ambiental positivo fortalece o vínculo da empresa com a causa sustentável e eleva a competitividade da empresa no setor.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Projeto de energia solar em Esteio - Elysia sistema fotovoltaico RS

,

Energia solar no Vale dos Sinos: conheça 6 projetos residenciais em funcionamento

Continue lendo
Energia solar em cervejaria - Elysia sistema fotovoltaico em empresas Porto Alegre

, ,

Energia solar em cervejaria: 4Beer terá abastecimento de energia limpa de olho em aumento da produção

Continue lendo
Energia solar Viamão - Elysia sistema fotovoltaico Rio Grande do Sul

,

Casa de Viamão: cinco fatos que confirmam a vantagem de investir em energia solar

Continue lendo
Mudança Aneel - Elysia energia solar Rio Grande do Sul

, ,

Energia solar no interior gaúcho: conheça 5 projetos solares RS afora

Continue lendo