Marco legal da energia solar - Elysia energia fotovoltaica Brasil

Marco Legal da Energia Solar: por que investir até janeiro de 2023?

Publicado em de de

Entenda por que as novas regras do Marco Legal de Energia Solar tornam investimento mais atrativo para quem adquirir um sistema fotovoltaico até janeiro de 2023

Já sabe o que é o Marco Legal da Energia Solar? Se sim, siga a leitura tranquilamente. Não sabe o que é? Clique aqui e entenda de forma resumidamente do que se trata. 

Ou, caso queira se aprofundar no assunto, baixe agora o nosso e-book sobre o Marco Legal

Caso você não saiba o que é e mesmo assim queira seguir neste post, vamos falar de forma bem sucinta do que estamos tratando. 

O Marco Legal da Energia solar é um pacote de novas regras sobre a produção de energia solar no Brasil, aprovado no início deste ano. Ele trouxe uma série de benefícios para o consumidor de energia limpa. Por exemplo: mais segurança jurídica – ou seja, regras claras – para o mercado de geração de energia fotovoltaica. 

Por outro lado, o Marco Legal também impôs mudanças na forma de cobrança de impostos sobre a geração de energia solar. Contudo, a energia solar segue como um investimento rentável e incomparável, embora tenha se alterado o tempo de retorno do investimento. 

Ficou assim:

– Quem já era gerador de energia limpa e quem passar a gerar até janeiro de 2023, continua com as regras anteriores até 2047. E as regras anteriores ao marco são mais atraentes em termos de velocidade do retorno do investimento. Para residências, por exemplo, o tempo de retorno de investimento é de 4,5 anos. Para empresas, esse tempo fica em cerca de 3 anos.

– Quem passar a gerar energia após janeiro de 2023, entrará em uma regra de transição da cobrança de taxas, que será escalonada até 2045. O tempo de retorno do investimento, agora, depende de diversos fatores – como o tamanho do sistema, a incidência solar no local e o consumo do imóvel.

Afinal, por que é melhor investir em energia solar até janeiro de 2023?

Quem investir na aquisição de energia solar até janeiro de 2023, portanto, vai se enquadrar nas regras antigas (idênticas a quem já gera energia solar), cujo retorno do investimento é mais rápido. 

Mas há um prazo para que os sistemas entrem em operação (ou seja, sejam ligados):

120 dias para microgeradores (até 75 kW);

12 meses para minigeradores de fonte solar (75 kW até 5 mil MW)

30 meses para minigeradores das demais fontes (acima de 5 mil MW)



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Novo marco legal energia solar

, ,

Conheça os dois dispositivos do Marco Legal que tiveram os vetos derrubados pelo Congresso

Continue lendo
Loteamento solar flutuante - Elysia sistema fotovoltaico

, ,

Loteamento solar flutuante: agora pode?

Continue lendo
Loja Novo Hamburgo energia solar - Elysia sistema fotovoltaico

, ,

Loja de Novo Hamburgo terá redução de 88% na conta de luz com energia solar

Continue lendo
Usina solar Fecomércio - Elysia energia fotovoltaica Rio Grande do Sul

, ,

O consumidor livre pode gerar sua própria energia?

Continue lendo