Instalações de energia solar fotovoltaica em Porto Alegre - Elysia Rio Grande do Sul

Casas sustentáveis: Elysia finaliza mais três instalações de energia solar em Porto Alegre

Publicado em de de

A Elysia finalizou recentemente mais três instalações de energia solar em Porto Alegre. A tecnologia sustentável, que utiliza a luminosidade do sol para gerar energia limpa, vai resultar em uma economia total de mais de R$ 17 mil para os três clientes em apenas um ano de uso do sistema fotovoltaico. Juntos, também, as três instalações irão deixar de emitir 10.000 kg de CO2 na atmosfera. Ambos os dados – de economia e sustentabilidade – demonstram os benefícios diretos – para o bolso e para o planeta –  para quem opta por gerar a própria energia de forma limpa e renovável.

Como funciona a energia solar? Entenda.

Com quase 200 instalações de energia solar finalizadas no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, a Elysia é referência em elaboração de projetos e instalação de sistemas fotovoltaicos na região sul do Brasil. Só em Porto Alegre, a Elysia já tornou mais de 70 residenciais autossuficientes em termos de geração energética. Localizada no bairro São João, em Porto Alegre, a empresa é reconhecida pela alta qualificação da sua equipe técnica e pela eficiência e rapidez nas instalações.

Faça um orçamento gratuito.

De acordo com Luccas Priotto, sócio-diretor da Elysia, a energia fotovoltaica é um dos investimentos mais rentáveis disponível no mercado. “Além do retorno rápido do investimento, que pode vir em menos de cinco anos, o sistema fotovoltaico tem um componente sustentável que transcende a esfera financeira. O fato de o consumidor gerar a própria energia, sem agredir os recursos naturais do planeta, eleva o investimento a um patamar de benefícios econômicos e ambientais. Este é o diferencial da energia solar.”, analisa Priotto.

Baixe o e-book da Elysia e saiba tudo sobre a energia fotovoltaica.

Outra vantagem da instalação de energia solar é a valorização do imóvel. Pesquisas recentes mostram que o imóvel sustentável pode ser valorizado quase 10% (a precificação, claro, depende da dimensão da ferramenta sustentável do imóvel), em especial por conta do crescimento contínuo da procura por casas que estejam em comunhão com o meio-ambiente. Segundo uma pesquisa realizada pelo Laboratório Nacional Lawrence Berkeley, patrocinada pelo Departamento de Energia dos EUA, casas com sistema de energia solar têm uma valorização do imóvel de 3% a 6%. O estudo mostrou que os compradores estavam dispostos a pagar, em média, R$ 40 mil a mais por casas que tenham um sistema fotovoltaico instalado.

Conheça o passo a passo para regularizar o sistema fotovoltaico.

Conheça algumas instalações de energia solar em Porto Alegre

Uma das recentes instalações da Elysia foi no bairro três Figueiras, na zona norte de Porto Alegre. No local, a equipe instalou 20 painéis fotovoltaicos no telhado da residência – os componentes serão responsáveis por gerar 764 kWh/mês, na média anual. No primeiro ano de funcionamento do sistema fotovoltaico, o imóvel terá uma economia de R$ 8.251 na conta de luz. A geração de energia renovável supre 100% da demanda da casa.

Outra residência que recebeu a instalação da Elysia fica no bairro Tristeza, na zona sul da capital gaúcha. Na casa, foram instalados 16 painéis solares. Acompanhados do inversor solar, os módulos serão responsáveis por gerar 554 kWh/mês, na média anual. A geração supre 92% do consumo energético do imóvel, além de uma economia de mais de 70% na conta de luz. Só no primeiro ano de uso do sistema fotovoltaico, o imóvel vai economizar R$ 6 mil com a geração de energia limpa.

No bairro Petrópolis, a equipe da Elysia também concretizou mais um projeto sustentável. No imóvel, também foram instalados 16 placas fotovoltaicas, que terão capacidade de gerar 572 kwh/mês, na média anual. A geração energética supre mais de 98% da demanda da residência. A economia na conta de luz, nos primeiros doze meses de uso, será de R$ 5.500. Para o planeta, a contribuição também é significativa: no primeiro ano, o sistema fotovoltaico deixará de emitir 3.640 kg de CO2 na atmosfera. O CO2 (gás carbônico) é o principal responsável pela causa do efeito estufa.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

tendências em tecnologia solar

,

Explorando as tendências em tecnologia solar: inovação rumo a um futuro sustentável 

Continue lendo
crescimento da energia solar

, ,

Energia solar lidera crescimento recorde de renováveis em 2023, destaca estudo da IRENA

Continue lendo
Energia solar Rio Grande do Sul

, ,

Energia solar no Rio Grande do Sul: três indústrias impulsionam economia e sustentabilidade 

Continue lendo
mercado livre de energia

Em dois meses, mais de 4,4 mil consumidores decidiram pelo Mercado Livre de Energia 

Continue lendo