Setor fotovoltaico - Elysia energia solar Porto Alegre

Confira 5 informações da semana que mostram a força do setor fotovoltaico

Publicado em de de

Nesta semana, a Absolar, representante do setor fotovoltaico, revelou projeções para 2020 e o Ministério de Minas e Energia divulgou o Plano Decenal de Expansão de Energia 2029  

Esta semana foi de comemoração para o setor de sustentabilidade energética do país. Foram divulgadas as projeções da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) para 2020 e o Plano Decenal de Expansão de Energia 2029 (PDE 2029), publicado pelo Ministério de Minas e Energia. Ambos os documentos preveem um crescimento sólido da energia limpa no Brasil, em especial a fonte solar.

Como funciona a energia solar? 

A Elysia separou 5 informações/dados revelados nesta semana que mostram a importância do setor fotovoltaico na geração de empregos e na mudança sustentável da matriz energética do Brasil.

Faça um orçamento gratuito  

Confira algumas projeções do setor fotovoltaico:

De acordo com as projeções da Absolar (Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica), serão 120.000 novas vagas de trabalho criadas neste ano em todas as regiões do país. As oportunidades de trabalho estão divididas entre os dois segmentos distintos do setor: geração centralizada (grandes usinas) e distribuída (telhados solares residenciais e comerciais).

Segundo a Absolar, os cursos de capacitação em instalação também estão crescendo no país. Hoje, já são mais de 100 treinamentos oferecidos no Brasil nas modalidades presencial e online.

Ao final de 2019, a capacidade instalada da tecnologia no país era de mais de 4,4 Gigawatts (GW) no Brasil. Sendo 2,1 GW em telhados e 2,4 GW em geração centralizada. Isso representa mais de R$10 bilhões investidos no Brasil somente no segmento de geração distribuída (GD). Para 2020, essa quantia deverá superar R$19,7 bilhões, sendo mais de 83%, provenientes das instalações domésticas e comerciais. Neste ano, a geração distribuída deve ultrapassar a centralizada em capacidade instalada, fechando com 5,4 GW frente à 3 GW das grandes usinas.

O Ministério de Minas e Energia prevê que a participação da energia solar na matriz brasileira será, em dez anos, quatro vezes maior do que a atual. A previsão é que a participação da energia solar salte de 2%, em 2019, para 8%, em 2029.

Ainda de acordo com o plano, nos próximos 10 anos: a participação da energia eólica passará de 9% para 16%; a geração por gás natural saltará de 7% para 14%; a importância das usinas hidrelétrica na geração deve cair de 58% para 42%.

Todas as informações foram retiradas das projeções da Absolar e do Plano Decenal de Expansão de Energia 2029)



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

mercado livre de energia

Mercado livre de energia registra movimentação de R$ 100 bilhões em 2023

Continue lendo
Energias renováveis

Energias renováveis representarão 37% da geração elétrica global até 2026, afirma AIE

Continue lendo
importação de módulos

Recorde: Trimestre registra o maior volume de importação de módulos FV na história do Brasil

Continue lendo
tarifas de energia elétrica

Medida provisória de redução das tarifas de energia assinada pelo presidente

Continue lendo