Geração de energia solar à noite - Elysia sistema fotovoltaico Porto Alegre

Geração de energia solar à noite – é possível?

Publicado em de de

Ainda é algo distante da nossa realidade. Mas, segundo Jeremy Munday, professor da Universidade de Maryland (EUA), a ciência pode avançar para esse caminho

Em artigo publicado e apresentado na capa da edição de janeiro de 2020 da ACS Photonics, alguns pesquisadores norte-americanos apresentaram uma célula fotovoltaica especialmente projetada para funcionar à noite e que pode gerar até 50 watts de energia por metro quadrado, o que equivale a cerca de um quarto do que um painel solar convencional pode gerar durante o dia. 

Como funciona a energia solar?

Jeremy Munday, que recentemente ingressou na docência e pesquisa da Universidade de Maryland, está em fase de desenvolvimento de protótipos dessas células solares noturnas. Junto de uma equipe de cientistas, ele ainda espera melhorar a potência e a eficiência dos dispositivos, que precisam passar por adequações.

Faça um orçamento gratuito

No artigo, Munday afirma que o processo é semelhante ao funcionamento de uma célula solar normal, só que ao contrário. Trata-se de um objeto que é quente em comparação com o ambiente ao redor e irradia calor como luz infravermelha. Uma célula solar convencional, ao contrário, absorve luz.

Baixe o e-book inédito sobre energia solar

“Em um espaço frio, se você tiver um objeto quente e apontá-lo para o céu, ele irradia calor em sua direção. As pessoas usam esse fenômeno para o resfriamento noturno há centenas de anos”, afirma Munday. Nos últimos cinco anos, segundo o cientista, houve muito interesse em dispositivos que podem fazer isso durante o dia – filtrando a luz do sol ou apontando para longe do sol.

Geração de energia solar à noite ao irradiar calor

Há outro tipo de dispositivo, chamado célula termorradiativa, que gera energia irradiando calor para o ambiente. Também surgiu daí a inspiração dos pesquisadores. “Estávamos pensando: e se pegássemos um desses dispositivos e colocássemos em uma área quente e apontando para o céu?”, questionou Munday. Essa célula termorradiativa apontada para o céu noturno emitia luz infravermelha porque é mais quente que o espaço sideral.

“Uma célula solar regular gera energia absorvendo a luz solar, o que faz com que a tensão apareça no dispositivo e a corrente flua. Nestes novos dispositivos, a luz é emitida e a corrente e a tensão vão na direção oposta, mas você ainda gera energia ”, disse Munday. “Você precisa usar materiais diferentes, mas a física é a mesma.”

O dispositivo funcionaria também durante o dia, caso fossem adotadas medidas para bloquear a luz solar direta ou apontá-lo para longe do sol. Como esse novo tipo de célula solar podendo operar potencialmente 24 horas por dia, é uma opção intrigante para equilibrar a rede elétrica ao longo do ciclo dia-noite.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

importação de módulos

Recorde: Trimestre registra o maior volume de importação de módulos FV na história do Brasil

Continue lendo
tarifas de energia elétrica

Medida provisória de redução das tarifas de energia assinada pelo presidente Lula

Continue lendo
ranking global energia solar

Brasil avança para a 6ª posição no ranking global de energia solar

Continue lendo
crescimento da energia solar

, ,

Energia solar lidera crescimento recorde de renováveis em 2023, destaca estudo da IRENA

Continue lendo