Ferragem energia solar Porto Alegre - Elysia sistema fotovoltaico RS

Ferragem de Porto Alegre adota geração de energia solar

Publicado em de de

Comércio de materiais de construção investe na produção de energia limpa e terá economia anual de R$ 13 mil

Com sede em Porto Alegre, no bairro Humaitá, a Ferragem Construleal iniciou recentemente a geração de energia limpa para abastecer sua atividade comercial. Com uma solução completa da Elysia, portanto, a empresa atingiu sua independência energética ao suprir toda sua demanda de energia elétrica com a geração de energia solar dentro do próprio imóvel onde funciona a unidade loja.

Redução anual de R$ 13 mil

O sistema fotovoltaico projetado pela Elysia reduziu o custo com energia elétrica da Construleal em 64%. Ou seja: em um ano, a projeção é de que o investimento proporcione uma economia de aproximadamente R$ 13 mil – o que garante o retorno do investimento em cerca de 4,5 anos.

O caso da Construleal, aliás, é mais uma amostra fiel da atratividade da energia solar para empresas de todos os portes, especialmente para negócios que exigem uma grande demanda elétrica.

No varejo, o investimento em energia solar se impõe cada dia mais. Com as tarifas energéticas nas alturas e a projeção de inflação energética, adotar energia limpa virou uma questão de sobrevivência. Com a energia solar, a empresa se protege dos solavancos tarifários – ou seja, fica livre dos aumentos – e pode reduzir sua conta de energia elétrica em cerca de 95%.

Deixa de emitir 10 toneladas de CO2 no ano

No telhado da Construleal, a equipe de instaladores da Elysia deixou como legado um sistema fotovoltaico de 36 placas solares. Elas estão conectadas a um inversor solar. Juntos, os equipamentos produzem energia para suprir quase 70% da demanda energética da Construleal. Tudo isso, é claro, com o padrão de excelência da Elysia, reconhecidamente uma das maiores empresas de energia solar do sul do Brasil.

Com o investimento, a ferragem também contribui para a preservação ambiental do planeta. Sem dúvida, está na ordem do dia: toda empresa, daqui para frente, em algum momento, será cobrada, por seus clientes, por atitudes sustentáveis concretas. 

E foi o que fez a Construleal, que vai deixar de emitir 10.000 kg de CO2 na atmosfera em apenas um ano. Trata-se de uma diminuição considerável da pegada ecológica da empresa – o que respinga concretamente, sobretudo, no combate ao aquecimento global.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

, , ,

Energia limpa: crescimento de 50% em 2023

Continue lendo
ons prevê nivel baixo de reservatorios

Alerta do ONS: níveis das hidrelétricas no Brasil podem chegar a 36% até julho 

Continue lendo

, ,

Recorde de demanda de energia: Sistema Interligado Nacional responde com eficiência e sustentabilidade 

Continue lendo

, , ,

Brasil já adicionou 2 GW de energia solar em 2024 

Continue lendo