Energia solar na Zona Sul de Porto Alegre - Elysia Energia Solar Rio Grande do Sul

Energia solar na Zona Sul de Porto Alegre: usuário gera energia de sobra e passa a utilizá-la em outro imóvel

Publicado em de de

Projeto de sistema fotovoltaico realizado pela Elysia, no bairro Belém Novo, leva economia e sustentabilidade à capital gaúcha

A Elysia finalizou recentemente mais um projeto de energia solar na Zona Sul de Porto Alegre. Na ocasião, a residência que recebeu o sistema fotovoltaico fica no bairro Belém Novo, na zona rural da capital gaúcha. Referência verde na região sul de Porto Alegre, a casa passa a gerar a própria energia a partir de 12 painéis solares instalados pela equipe da Elysia.

O conjunto de placas solares da Canadian Solar, uma das fornecedoras da empresa, será responsável por produzir 400 kWh/mês, na média anual. A geração energética, realizada de forma limpa e renovável, é o suficiente para suprir a demanda de energia da residência e, ainda, gerar uma sobra. “Este é um dos caso em que o usuário se beneficia da abundância de geração energética através do sol. O sistema fotovoltaico gera mais energia do que o necessário para a casa. E essa sobra não vai fora. Pode ser aproveitada pelo usuário”, explica Augusto Rech, engenheiro eletricista e sócio-diretor da Elysia Energia Solar.

Energia solar na zona rural de Porto Alegre - Elysia Energia Solar

Em razão de gerar energia de sobra, o usuário poderá utilizar esse restante em outro imóvel de sus propriedade. De acordo com a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), que regulamentou as normas de microgeração renovável, este mecanismo é chamado de Geração Distribuída. Aplica-se em casos como este, em que há uma sobra de energia que pode ser utilizada pelo próprio usuário. Há, ainda, a opção de a energia ser colocada na rede, à disposição dos demais consumidores. Esta opção transforma esse restante em créditos para o gerador independente.

Cliente irá economizar mais de R$ 3 mil só no primeiro ano

Com a instalação do sistema de energia solar na Zona Sul de Porto Alegre, a residência passa a pagar apenas a tarifa mínima na conta de luz. Valor em torno de R$ 50. O sistema fotovoltaico de 3,36 kWp fará com que o cliente economize R$ 3.450 somente no primeiro ano.

Você sabia que o custo de manutenção é quase zero? Entenda.

Para o meio ambiente, a casa dá a sua contribuição sustentável. Cerca de 1,5 toneladas de CO2 deixarão de ser emitidos também nos primeiros 12 meses de uso do sistema de energia solar fotovoltaico. “A energia solar é um dos melhores investimentos disponíveis no mercado. A economia é significativa desde o primeiro mês de uso, o que deixa o payback ainda mais vantajoso. O imóvel recebe uma valorização interessante e ainda torna-se uma referência sustentável”, exemplifica Luccas Priotto, sócio-diretor da Elysia Energia Solar.

Monitoramento do sistema de energia solar na Zona Sul de Porto Alegre

Para acompanhar a eficiência do sistema, o cliente terá a sua disposição um aplicativo. Nele, podem ser verificadas as informações técnicas e de monitoramento em tempo real. O app, que pode ser utilizado no celular e no computador, é uma ferramenta importante para se certificar do pleno funcionamento do sistema fotovoltaico.

A Elysia também se responsabiliza pelo processo de regularização do sistema de energia solar junto à concessionária. O trâmite burocrático que deixa de ser, assim, uma dor de cabeça para o usuário.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

tendências em tecnologia solar

,

Explorando as tendências em tecnologia solar: inovação rumo a um futuro sustentável 

Continue lendo
crescimento da energia solar

, ,

Energia solar lidera crescimento recorde de renováveis em 2023, destaca estudo da IRENA

Continue lendo
Energia solar Rio Grande do Sul

, ,

Energia solar no Rio Grande do Sul: três indústrias impulsionam economia e sustentabilidade 

Continue lendo
mercado livre de energia

Em dois meses, mais de 4,4 mil consumidores decidiram pelo Mercado Livre de Energia 

Continue lendo