Energia solar linha ferroviária

Linhas ferroviárias do Reino Unido serão movidas a energia solar até 2022

Publicado em de de

A Network Rail, operadora das linhas ferroviárias no Reino Unido, estima que a energia solar pode fornecer 10% da energia necessária para operar a frota

A energia solar será usada para um projeto em uma importante linha ferroviária para Londres a partir do início de 2022. O projeto é uma parceria com a Network Rail, que desenvolve e opera a infraestrutura ferroviária da Grã-Bretanha. O programa contribuirá para o objetivo do Reino Unido de reduzir a zero as emissões de CO2 em três décadas.

Como funciona a energia solar? 

A start-up Riding Sunbeams da Greentech afirmou que usaria um subsídio do governo, no valor de 2,5 milhões de libras, para construir uma fazenda solar de propriedade comunitária. A iniciativa ajudará a fornecer energia aos trens na linha que liga a capital à cidade litorânea de Eastbourne.

Faça um orçamento gratuito

Para abastecer as linhas de trem, a Network Rail pode aproveitar a energia renovável e reduzir a pegada de carbono por meio da produção fornecida pelos painéis solares. A energia renovável já é usada para movimentar várias ferrovias do país. A Network Rail estima que a energia solar pode fornecer 10% da energia necessária para operar seus trens, especialmente em trilhos no sudeste da Inglaterra.

Ferrovia de Aldershot, no sul do país, será a primeira movida a energia solar do mundo

Os olhos estão voltados para o esquema piloto em trilhos em Aldershot, no sul da Inglaterra. Esta será a primeira ferrovia movida a energia solar do mundo. Além disso, a empresa operadora afirmou, em outubro de 2020, que a ligação ferroviária HS1 da Grã-Bretanha, entre Londres e o Túnel do Canal da Mancha, tornou-se a primeira linha ferroviária do país a funcionar inteiramente com energia renovável (com trens de energia solar e eólica na rota).

O primeiro-ministro Boris Johnson apresentou recentemente um plano de dez pontos para uma revolução industrial verde. Ele reiterou que criaria até 250 mil empregos por meio de medidas como a expansão da energia eólica offshore. O plano também incluía a proibição da venda de carros com motor de combustão até 2030 e o apoio à energia nuclear e hidrogênio.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Plano Safra é lançado com taxas reduzidas para projetos de energia solar.

Continue lendo

O consumo de energia no mercado livre aumentou 10% em maio, de acordo com a EPE

Continue lendo

, , ,

Energia solar por assinatura no Brasil: Entenda quais são os obstáculos e as expectativas 

Continue lendo
espelhos orbitais

Espelhos orbitais: inovação na produção de energia solar 

Continue lendo