Energia solar em cervejaria de Porto Alegre - Elysia sistema fotovoltaico em empresas

5 empresas que investiram em energia solar e estão livres dos aumentos na conta de luz

Publicado em de de

Conheça 5 empresas gaúchas que receberam solução completa de energia solar da Elysia e atingiram sua independência energética no momento certo

Em tempos de crise energética e sucessivos aumentos na tarifa de energia elétrica, as empresas precisam fazer movimentos para encontrar alternativas de diminuição do custo energético, além de buscar um crescimento sustentável no médio e longo prazo. Ficar refém do modo tradicional de consumo de energia e deixar de lado a questão climática pode ser um verdadeiro erro estratégico, que pode, em muitos casos, custar a sobrevivência do negócio.

Pois bem, nesse cenário de contas de energia elétrica elevadas em meio a uma retomada econômica, a energia solar desponta como a principal alternativa para as empresas. O investimento na geração de uma energia limpa pode proporcionar uma redução de até 95% no custo energético. Trata-se de uma mudança revolucionária. 

E não para por aí : o tempo de retorno do investimento para sistemas fotovoltaicos comerciais está estimado em apenas 3 anos. Ou seja: sua empresa vai gerar energia praticamente de graça por cerca de 22 anos, pelo menos.

Bom, para mostrar que esse movimento em direção à energia solar é uma realidade, selecionamos cinco empresas gaúchas (de diversos setores) que já estão gerando energia renovável e estão livres dos futuros reajustes tarifários. Isto é: atingiram sua independência energética e reduziram sua pegada ecológica. Um combo perfeito.

Empresa: H2H

Setor: fabricante de produtos de couro
Cidade: Ivoti (RS)
Economia anual: R$ 19 mil

Energia solar indústria Ivoti - Elysia sistema fotovoltaico industrial Rio Grande do Sul
Energia solar indústria Ivoti – Elysia sistema fotovoltaico industrial Rio Grande do Sul

Com sede em Ivoti, a H2H, fabricante de produtos de couro H2H é uma das empresas que não terá mais dor de cabeça com a conta de energia elétrica. Afinal, o investimento em energia solar chegou na hora certa. Além da economia impactante no custo com o consumo energético, a empresa é mais uma representante da indústria que passa a colaborar com a preservação ambiental, assim como para diminuir os efeitos da grave crise hídrica pela qual o Brasil passa.

O projeto fotovoltaico da Elysia foi executado com a instalação de 43 placas solares de silício monocristalino – módulos reconhecidos pela maior eficiência na captação de luminosidade. O sistema atende a 100% da demanda de energia da fabricante de produtos courinos, com uma capacidade média mensal de 2.356 kWh. Ou seja: toda produção da H2H tem como fonte uma energia 100% limpa e renovável.

Como resultado, a empresa deve ter uma economia anual de aproximadamente R$ 19 mil – o que corresponde a 85% do custo com energia elétrica. O valor economizado poderá ser ainda maior, uma vez que a tarifa de energia elétrica deve sofrer novos aumentos em razão da crise hídrica. A perspectiva de redução, portanto, é ainda mais impactante, o que ajuda a dar mais competitividade ao negócio.

Empresa: 4Beer

Setor: produção de cervejas artesanais
Cidade: Porto Alegre
Economia anual: R$ 76 mil

Energia solar em cervejaria de Porto Alegre - Elysia sistema fotovoltaico em empresas
Energia solar em cervejaria de Porto Alegre – Elysia sistema fotovoltaico em empresas

A cervejaria 4Beer, de Porto Alegre, inaugurou recentemente seu primeiro sistema de energia solar fotovoltaica. Projetado e instalado pela Elysia, o sistema fotovoltaico atende a cerca de 88% do consumo de energia elétrica da unidade do 4º Distrito (Polônia, 200), onde a empresa produz e comercializa diversos tipos de cerveja artesanal. 

Em um ano de funcionamento, o sistema, composto por 188 painéis solares, deverá proporcionar uma economia de aproximadamente R$ 76 mil para os cofres da 4beer, de acordo com estimativa dos técnicos da Elysia. O valor representa uma redução média de 81% no custo de energia elétrica. Além disso, a cervejaria fica protegida de futuros aumentos tarifários, o que permite maior previsibilidade financeira à empresa.

O investimento em energia solar compõe o plano de aumento da produção de cervejas. Um processo iniciado ainda em 2020 com a substituição de parte dos equipamentos da fábrica. A meta, portanto, é dobrar a capacidade produtiva para atender à expansão da rede de franquias. Atualmente, a capacidade produtiva da cervejaria é de 40.000 litros/mês, com a operação de 35 torneiras. A fábrica emprega 20 funcionários. 

Empresa: Proloplast

Setor: produção de embalagens de plástico
Cidade: Nova Santa Rita
Economia anual: R$ 58 mil

Empresa de embalagens energia solar - Elysia sistema fotovoltaico indústria
Empresa de embalagens energia solar – Elysia sistema fotovoltaico indústria

Com sede em Nova Santa Rita e com uma produção ligada ao meio ambiente, a fabricante de embalagens Proloplast avançou mais uma casa no tabuleiro da sustentabilidade. A empresa inaugurou recentemente seu primeiro sistema de energia solar fotovoltaico, composto por 220 painéis fotovoltaicos e que abastece 80% do consumo energético da empresa.

No primeiro ano de funcionamento, o sistema fotovoltaico vai proporcionar uma economia de aproximadamente R$ 58 mil, de acordo com a Elysia. O valor economizado deve ser ainda maior nos próximos anos, já que tem ocorrido recorrentes reajustes tarifários na conta de luz. Além da queda significativa no custo com energia elétrica, a empresa fica livre dos aumentos na tarifa daqui para frente. Como resultado, proporciona maior previsibilidade orçamentária.

Conforme projeção da Elysia, o retorno do investimento deve ocorrer em cerca de 3 anos. O payback, cálculo que leva em conta o tamanho da demanda da empresa e a estimativa de produção de energia limpa, é um dos fatores que mais chama a atenção no investimento em energia solar. Hoje, no mercado, a energia fotovoltaica desponta como uma opção de ouro para quem quer ter retorno rápido e, por conseguinte, ajudar o meio ambiente.

Empresa: Battassini Flores

Setor: produção rural de flores
Cidade: São Sebastião do Caí
Economia anual: R$ 60 mil

Energia solar em produção rural - Elysia sistema fotovoltaico São Sebastião do Caí
Energia solar em produção rural – Elysia sistema fotovoltaico São Sebastião do Caí

Produtora de flores ornamentais, a Battassini Flores, de São Sebastião do Caí, adotou a geração de energia solar em sua propriedade rural. Com isso, somente no primeiro ano de funcionamento do sistema fotovoltaico, deve acumular uma economia de aproximadamente R$ 60 mil. Conforme a equipe técnica da Elysia, isso ocorre por conta da redução de 88% do valor da conta de energia elétrica. Com isso, portanto, a expectativa é de que o retorno do investimento ocorra em apenas 3 anos.

Em mais um projeto de energia solar rural, a Elysia entregou uma solução completa para a Battassini. Em uma área no solo da propriedade, a equipe projetou um sistema fotovoltaico composto por 186 painéis solares. Conectados a um inversor solar da WEG, empresa parceira da Elysia, os módulos têm capacidade de geração média mensal de 7.725 kWh. Desse modo, é o suficiente para suprir 100% da demanda energética da propriedade rural.

Além do projeto de engenharia e da instalação eficiente, a Elysia ficou responsável pelo processo de homologação do sistema fotovoltaico junto à concessionária de energia da região. Neste caso, aliás, é a RGE. Portanto, iniciou-se a fase de monitoramento do sistema – uma etapa feita em parceria entre a Elysia e os consumidores. Por meio de um aplicativo, por fim, os proprietários do local podem acompanhar em tempo real o desempenho do sistema fotovoltaico.

Empresa: Farmácias Associadas (Valentini)

Setor: comércio/varejo
Cidade: Alvorada
Economia anual: R$ 36 mil

Farmácia energia solar - Elysia sistema fotovoltaico comercial Rio Grande do Sul
Farmácia energia solar – Elysia sistema fotovoltaico comercial Rio Grande do Sul

A Farmácia Valentini, de Alvorada, inaugurou recentemente seu sistema de energia solar fotovoltaica – e passou a ser um estabelecimento com autonomia na geração energética. Dessa maneira, a farmácia terá uma redução significativa no custo com energia elétrica, proporcionada pelo investimento em uma energia limpa. 

De acordo com estimativa da Elysia, a economia deve ser de aproximadamente R$ 36 mil, apenas no primeiro ano de operação do sistema. Isso representa uma redução média de 89% ao mês em um dos custos mais onerosos do estabelecimento comercial. A energia solar, portanto, traz mais previsibilidade orçamentária à empresa em um momento de retomada econômica do país.

O retorno de investimento, aliás, é uma das várias vantagens que fazem o sistema fotovoltaico ser tão atraente no mercado. A Farmácia Valentini, contudo, deve obter o seu payback em cerca de três anos. Ou seja: em 2024, a empresa já terá recuperado o valor investido – e terá pela frente pelo menos mais 22 anos de geração energética limpa, renovável e sem custo.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

, ,

Conheça 7 benefícios da energia solar para imóveis residenciais

Continue lendo
Aumento da conta de luz - Elysia Energia Solar Rio Grande do Sul

, ,

Conta de luz da CEEE fica 14,62% mais cara para consumidores gaúchos

Continue lendo
Mercado com energia solar Porto Alegre

,

Por que o aumento na conta de luz torna o investimento em energia solar ainda mais atraente?

Continue lendo

, ,

Fabricante de autopeças inicia geração de energia solar no Rio Grande do Sul

Continue lendo