Consumidores conscientes energia solar Elysia

Empresa com energia solar tem: atração de consumidores conscientes

Publicado em de de

Sem dúvida, a forma de gerar energia é um dos fatores mais importantes para a atração de consumidores conscientes

Sem ações concretas de redução da pegada ecológica, dificilmente as empresas sobrevivem no mercado. Esta é uma realidade incontornável. A causa desse movimento, essencialmente, são os sinais alarmantes do aquecimento global – uma urgência que está readequando de forma rápida os modelos de produção, a fim de que ocorra uma redução significativa da emissão de CO2 na atmosfera. 

Neste contexto de emergência ambiental, vem se consolidando um novo perfil de consumidores. Pessoas cujo olhar está voltado para as ações sustentáveis das empresas das quais adquirem produtos e serviços. Um grupo de indivíduos que está de olho nas práticas sustentáveis que estão por trás da produção. São os chamados consumidores conscientes.

Um consumidor consciente, em poucas palavras, é alguém que olha além do rótulo. São pessoas que querem saber mais sobre a empresa da qual estão comprando. Quando você compra algo de uma empresa, você está, essencialmente, financiando uma empresa para continuar fazendo o que ela está fazendo. Então, você gosta do que a empresa está fazendo? Essa é a pergunta que um consumidor consciente se faz – e, depois, faz pesquisas para descobrir a cadeia de produção de um item.

Gerar energia solar é o primeiro passo para reduzir emissão de CO2

Sem dúvida, a forma de gerar energia é um dos fatores mais importantes para a atração desse novo público consumidor. É justamente por esse motivo que a transição para uma produção de energia limpa está no centro do debate – e dos investimentos das empresas de todos os portes. E a energia solar desponta como a protagonista desta mudança. Afinal, a energia fotovoltaica, além de reduzir em até 95% o custo energético das companhias, tem o potencial de afirmar o comprometimento ambiental das empresas.

No Brasil, consumo consciente vem se intensificando

De acordo com a pesquisa divulgada pela consultoria Nielsen, o consumidor brasileiro passou a adotar uma relação mais holística com a saúde e o meio ambiente nos últimos anos, o que vem refletindo diretamente nas estratégias de marketing e nas vendas da indústria e do varejo brasileiro.

Os números, portanto, mostram que a população brasileira está mais prática (55% dos entrevistados vai direto à loja para efetuar a compra), mais conectada (64% tem um smartphone), mais saudável (57% reduziu o consumo de gordura e 56% diminuiu a ingestão de sal), mais negociadora (64% escolhe as marcas pelo baixo preço) e mais sustentável (42% está mudando seus hábitos de consumo para reduzir o impacto no meio ambiente).

Conforme o estudo da consultoria, intitulado Estilos de Vida, o meio ambiente já aparece como uma das 10 principais preocupações do brasileiro, ficando atrás apenas da violência, serviços públicos, aumento no custo de vida, educação e economia. Cerca de 73% dos consumidores considerados saudáveis afirmam que gastariam mais com marcas que se preocupam com o meio ambiente.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Marco legal do hidrogênio verde é aprovado pelo Senado 

Continue lendo

O consumo de energia no mercado livre aumentou 10% em maio, de acordo com a EPE

Continue lendo

, , ,

Energia solar por assinatura no Brasil: Entenda quais são os obstáculos e as expectativas 

Continue lendo

Tendência de subsídios na ANEEL: energia renovável supera combustíveis fósseis na conta de luz brasileira 

Continue lendo