Sua empresa está preparada para consumidores conscientes?

Publicado em de de

Pesquisa mostra crescimento do número de consumidores conscientes no Brasil – práticas como geração de energia limpa atraem perfil de público cada vez mais exigente na hora de comprar

Não se pode dizer que é uma novidade a ascensão de um público consumidor cada vez mais consciente. Antes de efetivar uma compra, muitas pessoas têm analisado de forma criteriosa diversos aspectos, como a origem do produto, a forma de produção/fabricação e as ações sustentáveis que estão por trás das empresas. São várias as formas de diminuir o impacto ambiental da produção, uma delas é a adoção de uma geração energética limpa e renovável, como a energia solar.

Como funciona a energia solar?

De acordo com a pesquisa divulgada pela consultoria Nielsen, o consumidor brasileiro passou a adotar uma relação muito mais holística com a saúde e o meio ambiente, o que vem sendo concretamente refletido nas estratégias de marketing e nas vendas da indústria e do varejo brasileiro.

Faça um orçamento gratuito

Os números mostram que a população brasileira está mais prática (55% dos entrevistados vai direto à loja para efetuar a compra), mais conectada (64% tem um smartphone), mais saudável (57% reduziu o consumo de gordura e 56% diminuiu a ingestão de sal), mais negociadora (64% escolhe as marcas pelo baixo preço) e mais sustentável (42% está mudando seus hábitos de consumo para reduzir o impacto no meio ambiente).

Baixe o e-book inédito sobre energia solar

Segundo o estudo da consultoria, intitulado Estilos de Vida, o meio ambiente já aparece como uma das 10 principais preocupações do brasileiro, ficando atrás apenas da violência, serviços públicos, aumento no custo de vida, educação e economia. 73% dos consumidores considerados saudáveis afirmam que gastariam mais com marcas que se preocupam com o meio ambiente.

Movimento da indústria e do varejo

O varejo, neste mesmo sentido, também passa a investir na saudabilidade e sustentabilidade, seja trabalhando a marca como forma de impulsionar e democratizar o consumo, seja com o investimento em estratégias digitais para engajar e personalizar a compra via mobile. Também têm sido observadas ações contra o desperdício, compras responsáveis, gestão de resíduos e do impacto ambiental de suas operações

Para um terço da população brasileira, sustentabilidade já está entre as 3 principais preocupações do consumidor e 28% dos lares já adotam medidas saudáveis.

Neste sentido, indústria e varejo têm buscado, cada vez mais, diversificar suas estratégias adquirindo novas marcas, reformulando produtos, lançando novos formatos de lojas, programas de reciclagem e gestão de suas operações. Há um futuro cada vez mais consciente ambientalmente, onde todos os processos que envolvem um produto passam a ter responsabilidade no âmbito das três esferas da sustentabilidade: econômica, social e ambiental.

Adaptar-se de fato ao novo consumidor brasileiro, portanto, é buscar soluções confiáveis, que contemplem a sustentabilidade de forma holística. Também é apostar no melhor para o futuro de consumidores, sociedade e ambiente, gerando ganho para todos.

O que são, afinal, consumidores conscientes?

O consumidor consciente é aquele que leva em conta, ao escolher os produtos que compra, o meio ambiente, a saúde humana e animal, as relações justas de trabalho, além de questões como preço e marca. O consumidor consciente sabe que pode ser um agente transformador da sociedade por meio do seu ato de consumo. Sabe que os atos de consumo têm impacto e que, mesmo um único indivíduo, ao longo de sua vida, produzirá um impacto significativo na sociedade e no meio ambiente.

Por meio de cada ato de consumo, o consumidor consciente busca o equilíbrio entre a sua satisfação pessoal e a sustentabilidade, maximizando as conseqüências positivas e minimizando as negativas de suas escolhas de consumo, não só para si mesmo, mas também para as relações sociais, a economia e a natureza.

O consumidor consciente também procura disseminar o conceito e a prática do consumo consciente, fazendo com que pequenos gestos realizados por um número muito grande de pessoas promovam grandes transformações. Além disso, o consumidor consciente valoriza as iniciativas de responsabilidade socioambiental das empresas, dando preferência às companhias que mais se empenham na construção da sustentabilidade por meio de suas práticas cotidianas.

O consumo consciente pode ser praticado no dia-a-dia, por meio de gestos simples que levem em conta os impactos da compra, uso ou descarte de produtos ou serviços, ou pela escolha das empresas da qual comprar, em função de seu compromisso com o desenvolvimento sócio-ambiental. O consumo consciente, por fim, é uma contribuição voluntária, cotidiana e solidária para garantir a sustentabilidade da vida no planeta.

O consumidor consciente também procura disseminar o conceito e a prática do mesmo, fazendo com que pequenos gestos realizados por um número muito grande de pessoas promovam grandes transformações. Além disso, o cliente valoriza as iniciativas de responsabilidade socioambiental das empresas, dando preferência às companhias que mais se empenham na construção da sustentabilidade por meio de suas práticas cotidianas.

Esse conceito pode ser praticado no dia-a-dia, por meio de gestos simples que levem em conta os impactos da compra, uso ou descarte de produtos ou serviços, ou pela escolha das empresas da qual comprar, em função de seu compromisso com o desenvolvimento sócio-ambiental. O consumo consciente, por fim, é uma contribuição voluntária, cotidiana e solidária para garantir a sustentabilidade da vida no planeta.



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Janelas e portas antigas, por exemplo, são os principais contribuintes para o alto consumo de energia e, portanto, o aumento das contas. Você deve garantir que tenha janelas e portas adequadas e isolar adequadamente outros espaços da casa, como o porão e o sótão. 7 - Fiação defeituosa Outra coisa que pode estar causando as elevadas contas de eletricidade é o sistema de fiação do imóvel estar com problemas. Se os fios defeituosos entrarem em contato com objetos condutores ou outros fios, eles podem aquecer e causar consumo de energia. Isso pode fazer com que você pague contas mensais altas sem saber exatamente o que está errado. A fiação defeituosa não é ruim somente para gerar contas de luz altas, mas também perigosa quando tocada. Se houver fios desencapados em sua casa, eles podem causar mais danos do que o imaginado. Portanto, é aconselhável fazer uma revisão elétrica do seu imóvel rotineiramente. 8 - Aparelhos com defeito Se suas contas mensais de energia aumentarem repentinamente, sem nenhuma explicação, é necessário verificar se os aparelhos em sua casa estão em boas condições. Os aparelhos que consomem quantidades significativas de energia podem incluir uma máquina de lavar, secadoras e lava-louças. Portanto, é aconselhável fazer a manutenção adequada de alguns desses aparelhos. Um aparelho com defeito pode facilmente causar choque ou incêndio, o que pode ser ainda mais caro. Se você notar alguma falha em qualquer dispositivo ou suspeitar que está usando muito mais energia do que antes, é prudente chamar um especialista.

,

6 maneiras de seu imóvel ter maior eficiência energética

Continue lendo
Energia solar para empresas

,

Energia solar para empresas: vantagens e benefícios que revolucionam a trajetória de um negócio

Continue lendo

,

Retorno do investimento em energia solar: saiba porque o sistema fotovoltaico é uma compra inadiável

Continue lendo
Financiamento de energia solar - Elysia Energia Solar Porto Alegre Rio Grande do Sul

, ,

Financiamento de energia solar: conheça outras linhas de crédito disponíveis no mercado

Continue lendo