Quais são os diferentes tipos de biomassa?

Publicado em de de

Resíduos de colheitas, restos de madeira e até mesmo algas são exemplos de biomassa – uma energia que é considerada uma das chaves para o futuro

De acordo com o Departamento de Energia dos EUA, a energia de biomassa renovável é uma das chaves para o futuro. No entanto, apesar de sua clara importância, a biomassa não é um assunto muito familiar para a maioria de nós.

A ideia é que, com resíduos de lixo ou florestas manejadas, podemos criar energia mais verde, diminuindo nossa dependência do petróleo e reduzindo as emissões de gases de efeito estufa.

Resíduos de colheitas, restos de madeira e até mesmo algas são exemplos de biomassa. Hoje, no entanto, novas maneiras de converter biomassa em biocombustíveis estão em desenvolvimento para nos ajudar a cumprir nossas metas ambientais e salvar o planeta. 

À medida que nos aproximamos do ponto de inflexão ambiental no mundo, é importante nos mantermos informados sobre as alternativas de energia disponíveis. E a biomassa é, sem dúvida, uma das fontes de energia mais importantes e prontamente disponíveis que temos em mãos.

Quais são os diferentes tipos de biomassa?

Gás de aterro sanitário

Mesmo nas condições herméticas encontradas em aterros sanitários, as bactérias atuam decompondo nosso lixo. Como não há oxigênio envolvido, essa decomposição anaeróbica de nossos resíduos resulta no que é conhecido como gás de aterro.

Aproximadamente meio metano, meio dióxido de carbono, com pequenas quantidades de oxigênio e nitrogênio, o gás de aterro sanitário precisa ser removido desses locais por seu alto teor de metano gerar risco de explosão. 

Queimar gás de aterro como combustível, portanto, é uma forma de usar nosso lixo para criar energia sustentável. O metano é, essencialmente, o maior componente do gás natural. Faz sentido purificar o gás de aterro e usá-lo para adicionar aos suprimentos de gás natural existentes.

Lixo sólido

Ao contrário dos incineradores de lixo de antigamente, hoje, as usinas de resíduos em energia transformam nosso lixo em formas utilizáveis de energia. Materiais perigosos ou recicláveis são separados e removidos antes de queimar o lixo para gerar eletricidade. Com o uso dessa energia, há uma redução nos gases de efeito estufa. Trata-se de uma fonte de energia sustentável e confiável. A queima de resíduos sólidos para a produção de eletricidade também reduz a quantidade de lixo que vai para aterros, bem como o custo do descarte do lixo.

Para se ter uma ideia: nos EUA, em 2019, 13 bilhões de kWh de eletricidade foram gerados pela queima de 25 milhões de toneladas de resíduos sólidos urbanos. 

Madeira e agrícola

Além da própria madeira, os resíduos agrícolas, incluindo milho, caroços de frutas e outros resíduos da colheita, também podem ser usados como fontes de energia de biomassa.

Apesar de ser um fonte energética de biomassa, queimar madeira como fonte de energia nem sempre é ecologicamente correto. Por ser um processo bastante ineficiente, queimar madeira para eletricidade pode liberar mais carbono na atmosfera do que gás ou carvão por kWh de energia produzida.

No entanto, à medida que se investe no desenvolvimento de combustíveis mais ecológicos, avanços estão sendo feitos para melhorar as emissões da queima de biomassa em instalações industriais.

Álcool para combustíveis

Os dois combustíveis de álcool mais comumente usados são o etanol e o biodiesel. O etanol é feito fermentando e depois destilando os açúcares e amidos encontrados nas plantas. Na maioria das vezes, é criado com milho e resíduos de colheita, embora possa ser feito de qualquer material orgânico que contenha açúcares, amidos ou celulose.

O etanol não apenas substitui parte da gasolina por uma fonte de energia sustentável, mas também ajuda a queimar o combustível com mais eficiência, resultando em emissões atmosféricas mais limpas.

O biodiesel é feito a partir do álcool que reage quimicamente com gorduras animais, graxas ou óleos vegetais, mais frequentemente o óleo de soja. Ele pode ser misturado com petrodiesel para criar diversos tipos de diesel.

Tem duas vantagens principais. Em primeiro lugar, os motores requerem pouca ou nenhuma modificação para poderem funcionar com biodiesel. Em segundo lugar, o biodiesel quase não contém enxofre, o que contribui para um ar mais limpo. 



ISSO PODE SER INTERESSANTE TAMBÉM:

Empresa economizar conta de luz

, ,

Em tempos de racionamento… 30 dicas para sua empresa economizar na conta de luz

Continue lendo
Lâmpadas solares

, ,

As 7 melhores lâmpadas solares de jardim ou garagem do mercado

Continue lendo
Crédito de energia solar - Elysia energia solar Porto Alegre Rio Grande do Sul

, ,

Energia solar e créditos de carbono: entenda qual a relação entre essas modalidades

Continue lendo
Musica fotovoltaica Lorde

, ,

Música fotovoltaica? Cantora Lorde lança álbum chamado “Energia Solar”

Continue lendo